Tarde Cabo-Verdiana no Liceu Camões

Local: Ginásio da Escola Secundária de Camões. Praça José Fontana, Lisboa

PROGRAMA

  • 13:00Boas-vindas musicais e “Cocktail Morabeza
  • 13:30 – Almoço: Entrada, prato (Cachupa Rica) *, sobremesa, café, digestivos (grogue e pontche)

*Opções alternativas: vegetariana; sem carne de porco, com atum de Cabo Verde. Devem ser indicadas na reserva.

E ainda; 

  • Projecção de um documentário sobre Cabo Verde. 
  • Mostra de Pintura de António Firmino
  • Sorteio de uma viagem a Cabo Verde

Acesso exclusivamente mediante reserva e pré-pagamento até 30 de Junho.

Contribuição solidária de 25 euros por pessoa

Reservas: Formulário de Reserva

Mais Informações: info.interculturacidade@gmail.com

Pagamentos: Transferência bancária IBAN: PT50 0035 0396 0022 4228 6309 5


O 25 de Abril e o Cinema em Cabo Verde, com Júlio Silvão Tavares – 29 Abril às 19h15

É com o maior prazer que convidamos para esta iniciativa, integrada nas comemorações do 48º aniversário do 25 de Abril na Freguesia da Misericórdia e no programa Circuito Cultural Lusófono, e que assinala também o reinício das nossas atividades após um interregno.

Data: 29 de Abril às 19h15

Local: Espaço AMBA, Rua da Rosa, 164 B – Edifício do Mercado dos Ofícios do Bairro Alto, Lisboa

Lotação limitada.

Marcações: E-mail info.interculturacidade@gmail.com

NEWSROOM EUROPA – Um projecto de informação para jovens em consonância com a Presidência Alemã da União Europeia (Julho/Dezembro 2020)

O Centro InterCulturaCidade integra a parceria internacional do projecto “Newsroom Europa”, conjuntamente com a Academia Europeia de Berlim (Alemanha) e o Centro de Voluntariado Juvenil de Novo Mesto (Eslovénia). A 1ª actividade – uma semana de formação intensiva via internet, sobre temáticas europeias e técnicas de informação para jovens (imprensa, fotografia, vídeo, multimédia) – começa já a 21 de Junho e é GRÁTIS! Aproveita as ÚLTIMAS VAGAS enviando um e-mail com o teu nome e contato para info.interculturacidade@gmail.com até ás 23h 59m de 20 de Junho!

Se tem entre 18 e 24 anos e tem uma verdadeira afinidade com os meios de comunicação social, então junte-se à NEWSROOM EUROPE, uma sala de imprensa tri-nacional europeia. Durante meio ano tornar-se-á um repórter da UE e terá a oportunidade de olhar para os bastidores das decisões políticas e de realizar a sua visão jornalística.

Devido ao Covid-19 todo o projeto será realizado digitalmente. Para que esteja apto para o NEWSROOM, convidamos para uma semana de formação virtual em língua inglesa, de 21 a 27 de Junho de 2020, juntamente com os nossos parceiros de Portugal (Centro InterCulturaCidade) e Eslovénia (Association for Developing Voluntary Work Novo Mesto), bem como a Jugendpresse Deutschland e.V. e Erasmus+ Virtual Exchange. 

Isto é o que você pode esperar:  Webinars sobre jornalismo, tópicos europeus,  estratégias de comunicação transnacionais; visitas virtuais a ministérios federais, bem como conversas digitais com pessoas que definem políticas; conferências de imprensa e eventos virtuais, bem como reuniões editoriais diárias em formato peer-to-peer . Tem interesse? Então candidate-se imediatamente a um dos lugares portugueses ainda disponíveis enviando um e-mail para info.interculturacidade@gmail.com 

O evento é realizado com o apoio do Gabinete de Imprensa e Informação do Governo Federal, como parte do trabalho de relações públicas do Governo Federal e do Ministério das Relações Exteriores Federal.

A língua de trabalho é o inglês.

O programa e outras informações podem ser encontrados aqui:

www.eab-berlin.eu/de/veranstaltung/21-06-2020/newsroom-europa

Um Mergulho no Théâtre du Soleil!

Absolutamente a NÃO PERDER! Mergulhar na prática do Théâtre du Soleil e conhecer um espetáculo único que a grande Ariane Mnouchkine dirigiu no Brasil- As Comadres, é uma oportunidade única. Já na próxima sexta n ‘A Cooperativa, à Rua da Emenda, em Lisboa, numa iniciativa conjunta do Centro InterCulturacidade e da CRL Coop em parceria com a Aurora – Pólo de Pesquisa Teatral, de São Paulo. Lotação limitada! Inscrições em https://port-aurora.com/aurora-abre-alas-lisboa-portugal/….

CABO VERDE NA TELA

Projecção de duas curtas e uma longa metragem de cinema contemporâneo cabo-verdiano, seguido de conversa com Emilia wojciechowskam produtora cultural polaca radicada em Mindelo (Cabo Verde) e responsável pela curadoria desta actividade.

BIDON, 2019, documentario, 52 min
Eden Produções, realizadores: Celeste Fortes e Edson Silva D.

BUSKA SANTU, 2016, ficção, 28 min
Parallax Produções/Kriolskope, realizadora: Samira Vera-Cruz

BONECA, 2015, ficção, 8 min
Osga Filmes, realizador: Helder Doca

Sinopses:
BIDON
Em Cabo Verde a terra longe é romantizada como lugar de abundância. É de lá que chegam os Bidons, enviados de diferentes destinos, enchidos a vários ritmos, representando a vitória da emigração e personificando a presença daqueles que tiveram de sair do país.

Bidon: nação ilhéu costura três estórias femininas, expondo a mediação do Bidon, personagem central na vida dos cabo-verdianos, na relação entre quem ficou e quem foi.

Camila tinha 11 anos quando viu a sua mãe emigrar, para os Estados Unidos. Há 18 anos que fortificam a sua relação, encurtando a distância através da presença constante dos Bidons preparados com afeto maternal.

Dona São, nos produtos que compra dos Bidons importados por comerciantes locais, procura driblar a pobreza e sustentar os seus filhos. Os bairros periféricos da ilha são a estrada que percorre para a venda ambulante, acalentando o sonho de alcançar a terra longe.

Patrícia já viveu lá na terra longe. Regressou ainda criança e procura resgatar as memórias sensoriais desta experiência comprando vários produtos importados dos Estados Unidos. Não deseja lá voltar, mas assim como a maioria das filhas e dos filhos da terra, sonha um dia realizar o sonho cabo-verdiano: receber um Bidon.

BUSKA SANTU
A ficção conta a história de um pai e de um filho com a Tabanka como pano de fundo. Uma homenagem a Vittorio de Sica, em particular ao “Ladrão de Bicicletas”. Um paralelo entre o neorrealismo italiano e a realidade cabo verdiana, na qual um músico de rua é roubado e perde o que precisa para sobreviver e alimentar a sua pequena família – a sua viola – e no qual a criança, símbolo da esperança e da evolução assume as rédeas do seu destino e salva o dia.

É também uma homenagem à Tabanka e aos seus rituais menos conhecidos. De igual forma, o mini documentário explica o que é a Tabanka – a sua origem, propósito, evolução e rituais.

O filme foi produzido pela Kriolscope Filmes, sem qualquer financiamento (até ao momento). Visto termos o equipamento, equipa e elenco necessários partimos para o “Djunta mom” e avançamos com a produção do filme com a intenção de enviá-lo para os festivais de cinema nacionais e internacionais (dando a conhecer um pouco de Cabo Verde no mundo audiovisual).

A BONECA
A história se passa em Mindelo, no arquipélago de Cabo Verde, e evoca um breve momento na vida de duas famílias durante as férias de Natal. As diferenças sociais dos antagonistas levam o espectador a questionar nossa sociedade de consumo e valores humanos.”

%d bloggers like this: